(51) 991.612.101

Como funciona a cirurgia para correção de ginecomastia

A ginecomastia pode ocorrer em pessoas de todas as idades: em recém-nascidos, adolescentes e adultos. Conheça um pouco mais sobre as causas e tratamentos desse problema!

A cirurgia para correção de ginecomastia reduz o tamanho do peito nos homens, achatando e realçando os contornos da região. Em casos graves de ginecomastia, o peso do tecido mamário em excesso pode fazer com que os seios cedam e estiquem a aréola (a pele escura que rodeia o mamilo). Nestes casos, a posição e o tamanho da aréola podem ser melhorados cirurgicamente e o excesso de pele pode ser reduzido.

A cirurgia plástica para corrigir a ginecomastia é tecnicamente chamada de mamoplastia de redução, mas outras cirurgias como para correção de ginecomastia também são utilizadas, como lipoaspiração.

Os resultados da cirurgia de ginecomastia são imediatamente visíveis. Ao longo do tempo, o inchaço pós-cirúrgico irá resolver e as linhas de incisão vão desaparecer. A satisfação com sua nova imagem deve crescer à medida que se recupera da cirurgia.

O que é ginecomastia?
Ginecomastia é uma condição de desenvolvida ou alargada dos seios em homens que podem ocorrer em qualquer idade. A condição pode ser o resultado de alterações hormonais, hereditariedade, obesidade ou o uso de certos medicamentos.

Ginecomastia pode causar desconforto emocional e prejudicar a sua autoconfiança. Alguns homens podem até mesmo evitar certas atividades físicas e intimidade simplesmente para esconder sua condição.

Ginecomastia é caracterizada por:
• Excesso de gordura localizada (pseudoginecomastia)
• Desenvolvimento excessivo de tecido glandular
• Às vezes, pele em excesso no peito
Candidatos à cirurgia de ginecomastia
Os candidatos de cirurgia de ginecomastia incluem:
• Homens cuja condição não pode ser corrigida através de tratamentos médicos alternativos
• Pessoas saudáveis que não têm uma doença ou condições médicas que possam comprometer a sua saúde
• Não fumantes e não usuários de drogas
• Homens com uma perspectiva positiva e objetivos específicos em mente para melhorar os sintomas físicos da ginecomastia
• Homens que são fisicamente saudáveis e de peso relativamente normal
• Homens que têm expectativas realistas
• Homens cujo desenvolvimento mamário se estabilizou
• Os homens que são incomodados pela sensação de que seus seios são muito grandes
• Os adolescentes que podem se beneficiar da cirurgia, embora procedimentos secundários possam ser necessários no futuro se o desenvolvimento da mama continuar.

Recuperação da cirurgia ginecomastia
Durante o período de recuperação da sua cirurgia de ginecomastia, curativos ou ataduras serão aplicadas às suas incisões e uma bandagem elástica ou peça de suporte pode ser usada para minimizar o inchaço e apoiar o novo contorno da região, à medida que se recupera no pós-cirurgia.

Um tubo pequeno e fino pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue ou fluido que possa ser coletado.

Você receberá instruções específicas que podem incluir como cuidar do local cirúrgico e drenos, medicamentos a aplicar ou tomá-los por via oral para ajudar a cicatrização e reduzir o potencial de infecção, além de preocupações específicas no local da cirurgia e com sua saúde geral, tudo acompanhado pelo médico cirurgião.

Certifique-se de perguntar ao seu cirurgião plástico questões específicas sobre o que pode esperar durante o seu período de recuperação individual.

• Que medicação será administrada ou prescrita após a cirurgia?
• Terei curativos após a cirurgia? Quando serão removidos?
• Os pontos são removidos? Quando?
• Quando posso retomar a atividade normal e exercício?
• Quando devo retornar para cuidados de acompanhamento?

Todas as perguntas acima, embora possuam uma estimativa, as respostas só podem ser fornecidas no ato do procedimento, pois cada organismo responde de uma maneira específica, mas a maioria dos casos precisa de duas semanas para se recuperar da cirurgia.

É muito importante seguir as instruções de seu cirurgião plástico e ir nas consultas de acompanhamento conforme programado.

Ginecomastia tem Tratamento (http://www.ginecomastiatratamento.com.br/)

Fonte: Dino