(51) 991.612.101

Artigo: Cosmecêuticos e nutracêuticos como complementos a saúde

Produtos utilizam ingredientes naturais e benéficos ao corpo para trazer maior qualidade de vida aos consumidores

Os avanços tecnológicos nas áreas alimentícia, cosmética e farmacêutica já mostraram sua força no desenvolvimento de produtos que contribuam para o bem-estar, executando diferentes funções. Um bom exemplo são os cosmecêuticos e nutracêuticos, que ainda dividem opiniões sobre sua eficácia, mas demonstram avançar barreiras nas possibilidades de tratamento.

Para entender melhor a funcionalidade desse tipo de produto é preciso conhecer suas definições e finalidades. O termo cosmecêutico surgiu através da junção das palavras ‘cosmético’ e ‘farmacêutico’ na década de sessenta e acabou por se popularizar em 1970. Nos Estados Unidos, esta expressão foi utilizada primeiramente para produtos OTC (over-the counter), que não necessitam de prescrição médica. Atualmente, ela está fortemente associada ao mercado de personal care, por meio dos cosméticos com ingredientes ativos. Uma referência seriam os cremes de rosto que penetram nas camadas mais profundas da pele e a reconstroem, aproximando-se de um medicamento, porém respeitando as normas regulatórias do segmento cosmético.

Já na área de nutrição temos os nutracêuticos, que são produtos manipulados ou industrializados originados de nutrientes presentes em alimentos naturais e funcionais, como ervas, raízes, plantas etc. O objetivo é proporcionar benefícios à saúde e colaborar no tratamento e prevenção de doenças. Estes podemos exemplificar com os suplementos dietéticos, que podem ser encontrados em forma de cápsulas, cereais, sopas, bebidas ou qualquer outro alimento que seja modificado para este fim. Os nutracêuticos não possuem uma legislação própria e até são confundidos com os alimentos funcionais, aqueles que possuem propriedades preventivas em sua composição natural, fazem bem a saúde e não passam por nenhum processo de modificação.

Apesar das polêmicas em torno do assunto, o desenvolvimento e investimento nestes tipos de tecnologia só avançou e trouxe boas perspectivas para este ano. Segundo Solange Osuka, gerente do laboratório de aplicação da AQIA, indústria química especializada em soluções para o mercado cosmético, o público alvo do segmento de cosmecêutico são pessoas que buscam encontrar benefícios que, além dos sensoriais, proporcionem minimização dos sinais de envelhecimento, como rugas e flacidez e previna doenças, como câncer de pele ou irritações. “Com um consumidor que deseja ter uma aparência cada vez mais jovem, cresce a demanda por ingredientes que surpreendam, seja pela atividade ou pela acurácia das evidências científicas”, comenta Solange.

A especialista diz também que, no caso dos nutracêuticos, o consumo também se mostra em alta. “Com a correria do dia a dia, os alimentos funcionais passam a ter uma importância para o indivíduo saudável à medida que a sua alimentação se torne desbalanceada e apresente um déficit de algum nutriente. A ingestão de um alimento funcional auxilia no bom funcionamento do metabolismo do indivíduo”. Os suplementos alimentares também acabam entrando neste viés como um auxílio para contribuir nas carências de nutrientes diários.

Ainda este ano, o consumidor já pode desfrutar de fortes tendências que vêm recebendo investimento e tecnologias cada vez mais específicas como os produtos anti-idade, para faixas etárias de 60 e 70 anos de homens e mulheres, e os cosméticos veganos. Alguns recebem alta concentração de ativos que promovem resultados eficazes em um curto espaço de tempo. “Além disso, o foco por um couro cabeludo saudável e que possa melhorar as condições para o crescimento de um cabelo mais forte e saudável vem se destacando; a eficácia de uma combinação tópica e oral, torna esse nicho bastante atrativo”, explica a especialista.
No campo nutritivo, algumas novidades já estão à disposição do consumidor final como o café verde em pó, para uso oral, que possui uma alta concentração de antioxidantes como o ácido clorogênico, além de um estimulante natural: a cafeína.

Como garantir a eficácia dos cosmecêuticos?

Um dos cosmecêuticos mais populares são os filtros solares, que apesar de serem considerados cosméticos, penetram em camadas mais profundas da pele e protegem contra os raios UVA e UVB. Para conseguir que o produto ofereça de fato este nível de proteção, é necessário que ele passe por um controle de qualidade específico e rigoroso. Tibério Alves, diretor da Ethik Tecnology, empresa fabricante de máquinas para testes de controle de qualidade, explica que para se conseguir a estabilidade das fórmulas ou realizar a pesquisa de novos protetores solares é necessário um sistema de irradiação que imita os tipos de raios (UVA, UVB, Visível e Infravermelho), garantindo assim a eficácia e segurança do produto.

Outras substâncias usadas para o tratamento de câncer ou afecções e até mesmo outras formulações de cosméticos que serão expostos à luz, tanto do sol quanto de lâmpadas, precisam passar por câmaras de testes como esta, com condições de irradiações programadas para diversas necessidades finais.

“Os testes de substâncias fotoativas (como benzofenonas, ésteres aromáticos e outros absorvedores de UV usados como fotoprotetores) em cosméticos podem ser feitos em termos de suas fotoestabilidade, fotoalergicidade e fototoxicidade usando se a Câmara RGB ou UVA_UVB desenvolvida pela Ethik Technology. A câmara de irradiação também tem muitas aplicações para maioria dos produtos que usarão luz como agente e poderão sofrer transformações que precisam ser garantidas ou evitadas, dependendo da especificidade e mecanismos de ação de cada produto cosmético ou de outras áreas. Esta e outras câmaras são amplamente usadas no Instituto de Química da Universidade de São Paulo para testes de novas substâncias e tratamentos em diversos estudos e comprovação de mecanismos de reação que envolvam luz”, conclui o diretor.

Todas estas tendências, que envolvem o segmento farmacêutico, cosmético e de química analítica, podem ser encontradas na Analitica Latin America, que acontece entre os dias 26 a 28 de setembro, no São Paulo Expo. Credencie-se para o evento e tenha acesso a conteúdos exclusivos e de relevância para o setor.

http://www.analiticanet.com.br

Artigo realizado por: Comunicação Analitica Latin America

Fonte: Dino