(51) 991.612.101

Cirurgia Íntima, conheça o procedimento feito por mulheres para o rejuvenescimento íntimo

A cirurgia íntima, chamada de Ninfoplastia ou Labioplastia Vaginal proporciona o rejuvenescimento da região íntima mudando os contornos e o tamanho da vagina e da vulva, ou seja, à parte de fora dos órgãos genitais femininos, que inclui pequenos e grandes lábios.

As mulheres estão mostrando que sempre dá para transgredir limites quando o assunto é esculpir o corpo, a prova disso é um levantamento realizado pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, onde aponta que a Labioplastia Vaginal e o rejuvenescimento íntimo tem sido um dos procedimentos mais escolhidos atualmente, inclusive muito tem se falado que o Brasil é o país líder mundial no rejuvenescimento vaginal. No Reino Unido, por exemplo, o número de mulheres submetidas a labioplastia ou ninfoplastia, aumentou dez vezes entre 2003 e 2013, segundo informações do jornal britânico The Independent.

A cirurgia íntima, chamada de Ninfoplastia ou Labioplastia Vaginal proporciona o rejuvenescimento da região íntima mudando os contornos e o tamanho da vagina e da vulva, ou seja, à parte de fora dos órgãos genitais femininos, que inclui pequenos e grandes lábios. A técnica não é recente, existe há mais ou menos trinta anos, e sempre foi a forma de correção para quem enfrenta as deformidades, porém passou a ser encarada também como estética e não só reparadora.

O cirurgião plástico Dr. Sergio Evangelista explica que na maioria das vezes o aumento dos lábios vaginais pode ser fator genético ou congênito, e as pacientes que chegam no consultório em busca da cirurgia, queixam-se de desconforto físico além do constrangimento durante as relações sexuais e em alguns casos compromete o uso de roupas de banho pois fica aparente no biquíni.

A correção, a diminuição dos lábios vaginais somente pode ser feita por intervenção cirúrgica, realizada por um médico especialista, é considerada um procedimento simples comparada a outras cirurgias, porém é feita em hospital, com anestesia local e a intervenção dura de 40 minutos a uma hora. Se for realizado somente a cirurgia de Labioplastia, o paciente é liberado em seguida ao procedimento.

Fazer no mesmo momento de outra cirurgia, pode?

Esse procedimento cirúrgico reparador pode ser associado à outras cirurgias sim, e é durante a consulta médica que deve ser decidido a viabilidade da mesma.
Ainda se tratando de região íntima e cirurgia plástica, é possível a lipoaspiração da região púbica, o famoso Monte de Vênus que em algumas mulheres se torna muito aumentado ocasionando incomodo em vestir roupas justas.

Quem pode se submeter a essa cirurgia?

Dr. Sergio Evangelista diz que qualquer mulher com mais de 18 anos que não esteja satisfeita com seu órgão genital, pode submeter-se a cirurgia. Primeiro passo é passar por uma avaliação médica e após iniciar os cuidados de pré-operatório que são necessários como qualquer outra cirurgia, objetivando segurança do paciente.
Existem relatos de pacientes que dizem que seu desejo sexual aumentou após a cirurgia. Pois a retirada de excesso de pele inútil deixa maior exposição do clitóris (área responsável pelo prazer feminino). Além da mulher se sentir mais à vontade com a nova estética do seu órgão genital.

Além das jovens mulheres, as mais maduras também procuram o tratamento de cirurgia íntima pois com o tempo, a genitália perde volume e ganha flacidez na área externa (os grandes e pequenos lábios). Nestes casos de perda de volume pode ser realizado a lipoenxertia, isso acrescenta volume aos grandes lábios, mas como cada corpo é um corpo os casos devem ser avaliados em sua particularidade.

No último congresso brasileiro de cirurgia plástica, realizado em novembro de 2016, comenta Dr. Sergio Evangelista que foram discutidos e apresentados novos procedimentos para ser acrescentado no tratamento da cirurgia íntima, que é a correção interna, o rejuvenescimento vaginal, onde visa melhorar outros aspectos e funções além da plástica dos pequenos lábios vaginais. É a evolução dos tratamentos visando o bem-estar dos pacientes.

Dr. Sergio Evangelista
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
e da American Society Of Plastic Surgery

Fonte: Dino