(51) 991.612.101

Fazer drenagem linfática após a cirurgia plástica ajuda na recuperação

Fazer drenagem linfática após a cirurgia plástica é uma boa opção para evitar hematomas e o inchaço que podem surgir nesse período

O pós-operatório é uma das fases mais importantes de uma cirurgia plástica. É através dos cuidados que ele exige que os resultados esperados são conseguidos. Além de seguir as instruções do médico para repousar e ter uma alimentação saudável, fazer drenagem linfática após a cirurgia plástica também é uma boa opção para evitar hematomas e o inchaço que podem surgir nesse período.

A drenagem linfática nada mais é que uma técnica de massagem. Nessa técnica, o sistema linfático, responsável pela defesa do organismo, é estimulado. A principal função desse método é acelerar o processo de saída dos líquidos e dos resíduos metabólicos que estão entre as células. Além disso, a drenagem linfática auxilia na regeneração dos tecidos e na ação anti-inflamatória, fortalece a imunidade, e ainda combate a celulite.

Também é importante lembrar que com a drenagem linfática não se perde gordura, e sim líquido. O que dá a sensação de emagrecimento é a diminuição da retenção de líquidos que acontece em regiões do corpo onde normalmente há acúmulo de gordura. Quando um dos objetivos do paciente é aprimorar a aparência do corpo, é importante lembrar que além da massagem, também é necessário fazer atividades físicas e ter uma alimentação saudável.

A drenagem pode ser realizada de forma manual ou com aparelhos. As duas apresentam bons resultados, mas a manual ainda é a mais indicada porque através dela o profissional pode enxergar as áreas inchadas com mais precisão e, assim, trabalhar melhor essas regiões.

Como a drenagem linfática após a cirurgia plástica beneficia a recuperação

Durante o pós-operatório de uma cirurgia plástica é importante tratar o inchaço e os hematomas que podem surgir. Dependendo do procedimento realizado, o corpo pode acumular maior quantidade de líquido do que está apto a drenar. Assim, surge um inchaço próximo à região operada. Além de combater esse acúmulo de líquido, fazer drenagem linfática após a cirurgia plástica também ajuda na recuperação e ainda melhora a circulação sanguínea, diminuindo as dores e facilitando a cicatrização da área.

Antes de começar a fazer drenagem linfática no pós-operatório da cirurgia plástica, é importante conversar com seu cirurgião plástico. Normalmente, ela é indicada para pessoas que realizaram uma !link lipoaspiraçãohttp://sbcp-sc.org.br/cirurgias-e-procedimentos/lipoaspiracao/, abdominoplastia, mamoplastia de aumento e ritidoplastia (lifting facial). Outro ponto importante a ser conversado com o especialista é quando iniciar o tratamento e quantas sessões são indicadas. Em alguns casos, o paciente, primeiro, deve passar por um período de repouso para, depois, começar a frequentar as sessões de drenagem linfática.

Fonte: Dino