(51) 991.612.101

Cosmético surge como alternativa ao laser para tratamento de foliculite e pelos encravados e é indicado por dermatologistas e esteticistas de todo o Brasil

Por muitos anos, clínicas de dermatologia e estética tem indicado o laser como solução para foliculite e pelos encravados. Um novo cosmético importado chamado Tend Skin, específico para tratamento de foliculite e pelos encravados, foi aprovado pela Anvisa e já é comercializado no Brasil.

Foliculite é a inflamação do local onde nascem os pelos. Já a Sociedade Brasileira de Dermatologia (!link SBD http://www.sbd.org.br/) define a foliculite como “infecção dos folículos pilosos, causada por bactérias, como o estafilococo, ou outros fatores”.

Não há como negar que se não houver pelo, não há foliculite ou pelos encravados. Porém, o processo de eliminação do pelo pela aplicação de laser é lento e exige várias sessões e, à medida que o pelo vai sendo enfraquecido pelo laser, o quadro de foliculite e pelos encravados pode se tornar ainda pior. Além disto, alguns meses após a eliminação completa dos pelos, alguns fios voltam a nascer, mas bastante enfraquecidos, podendo retornar o quadro de foliculite e pelos encravados.

Diante da falta de opção no mercado nacional, o laser era indicado por ser a única opção existente. Porém, com a chegada do cosmético Tend Skin no Brasil, dermatologistas e esteticistas já possuem uma solução mais eficaz para o problema de foliculite e pelos encravados do que o laser.

“Resolvemos trazer para o Brasil um dermocosmético que estava sendo solicitado pelos dermatologistas. Os profissionais que tem experiência internacional já conheciam o produto, mas não prescreviam pois ele ainda não estava sendo comercializado no Brasil”, explica Felipe Tanure, CEO da Tend Skin Brasil.

Os benefícios do Tend Skin, quando comparado ao laser, são vários:

1 – Menor prazo para se obter resultado: enquanto o Tend Skin controla a foliculite em, aproximadamente, 1 semana, o laser leva, aproximadamente, 1 ano.

2 – Mais facilidade para aplicação: a utilização do Tend Skin é tópica e indolor. Já o laser costuma ser dolorido, com sessões mensais, podendo piorar o quadro de foliculite entre as sessões.

3 – Menos contraindicações: o Tend Skin é contraindicado para pessoas alérgicas a aspirina. Já o laser, é contraindicado para peles negras ou bronzeadas, gestantes e para pessoas com histórico de câncer na família.

4 – Menor custo: enquanto um frasco do Tend Skin custa, em média, R$95,00, o tratamento com o laser custa, em média, R$500,00 (várias sessões até a completa eliminação do pelo).

“A regra que eu sigo para os meus pacientes é a seguinte. Se ele deseja realmente tratar a foliculite e os pelos encravados, sem dúvida aconselho o Tend Skin. Agora se o objetivo é eliminar o pelo, sugiro o laser”, explica a dermatologista Maria Cláudia Diniz.

Para mais informações sobre o Tend Skin, visite o site do importador (www.TendSkinBrasil.com.br) ou acesse as redes sociais !link Facebook https://www.facebook.com/TendSkinBrasil/ ou !link Instagram https://www.instagram.com/tendskinbrasil/.

Fonte: Dino