(51) 991.612.101

Mapeamento digital de couro cabeludo é exame essencial para estudo de doenças nesta parte do corpo e dos fios

Dermatologista Cristiano Kakihara explica importância de uma análise minuciosa para diagnóstico preciso

O mapeamento digital de couro cabeludo é o exame padrão-ouro para estudo das doenças do couro cabeludo e dos fios, realizado por médicos dermatologistas. Ele fornece imagens detalhadas, de alta resolução, das áreas estudadas, aumentando a acurácia diagnóstica de 20 a 120 vezes. Por isto, a maioria dos estudos científicos sérios, publicados em revistas médicas renomadas, utiliza este método diagnóstico, para dar respaldo e credibilidade. Sabe-se, contudo, que o diagnóstico de uma doença capilar é baseado em quatro pilares: uma boa anamnese, um exame clínico dermatológico minucioso, avaliação de exames laboratoriais quando necessários e o mapeamento digital de couro cabeludo.

Este exame permite análise estatística dos diâmetros dos fios, número dos mesmos em cada região específica do couro cabeludo, características morfológicas, fase do ciclo capilar em que eles se encontram através do software TrichoScale e imagens extremamente precisas. Faz-se também estudo comparativo das imagens obtidas em diferentes consultas do mesmo paciente, facilitando o seguimento adequado e verificação do sucesso do tratamento em vigência.

Como se vê, a Tricologia (área da Dermatologia que estuda os distúrbios capilares) muito evoluiu nos últimos 20 anos. Até então, o que havia de mais moderno era a análise através do tricograma, o qual exigia o arrancamento de pelo menos 50 fios de cabelos e seus estudos em microscópio óptico. Este exame ainda é feito e tem suas indicações clínicas, porém não é mais exame de rotina na prática da maioria dos médicos dermatologistas.

Fonte: Dino