(51) 991.612.101

Rejuvenescimento vaginal: quando é preciso se preocupar?

Totalmente indolor e sem necessidade de recuperação pós-tratamento, ThermiVA chega para revolucionar as técnicas de envelhecimento e flacidez vaginal

Alguns temas ainda causam desconforto entre as mulheres e acabam sendo menosprezados no seu dia a dia, mesmo diante da presença de problemas físicos como incontinência urinária por esforço e a falta de libido, de sensibilidade e de lubrificação vaginal.

Para quem não sabe, a vagina também sofre processos transformadores com o passar do tempo (como o envelhecimento e a flacidez), que podem gerar esses incômodos femininos.

Uma pesquisa realizada com 421 mulheres nos EUA, mostrou que 48% das mulheres que tiveram mais de um parto natural sofrem com flacidez vulvovaginal. Dessas, 62% nunca discutiram o assunto com ninguém, pois se sentem constrangidas, e 50% assumem que a melhora do tônus vaginal elevaria sua satisfação sexual, bem como a do parceiro.

A flacidez vulvovaginal e a atrofia vaginal podem ocorrer por conta do processo de menopausa, parto natural, obesidade ou mesmo pelo envelhecimento natural da mulher.

Mais do que apenas uma questão estética, o rejuvenescimento vaginal é um recurso necessário para desenvolver a saúde, a qualidade de vida e de bem-estar para a mulher.

ThermiVA: a inovação minimamente invasiva em rejuvenescimento vaginal

De todas as opções não invasivas de tratamento contra o envelhecimento e flacidez vaginal, a mais eficiente em termos de resultados, facilidade de aplicação, rapidez na recuperação e de menor custo é a radiofrequência.
Mesmo dado a sua natureza elétrica, é um tratamento que não apresenta riscos em sua forma mais usual e não causa queimaduras na pele, caso o equipamento não seja manuseado corretamente.

Para evitar esse tipo de problema, a MedSystems, empresa que importa e comercializa equipamentos de alta tecnologia, trouxe ao mercado o ThermiVA, equipamento de eletrocoagulação por radiofrequência minimamente invasiva, ou, simplesmente, radiofrequência por controle de temperatura.

A nova técnica consiste na aplicação de uma corrente elétrica de alta frequência por um eletrodo, que, por sua vez, provoca um aquecimento focal controlado por um termistor que ajusta a temperatura da aplicação conforme a temperatura natural do corpo da mulher.

Esse termistor, portanto, é o grande diferencial dessa nova tecnologia. O dispositivo tem a sua resistência elétrica ajustada de acordo com a temperatura corporal e permite que a própria paciente “controle” a temperatura máxima do procedimento (minimizando o risco de lesões e desconforto).

“O ThermiVA é uma excelente opção para o rejuvenescimento vaginal. Trata-se de um equipamento cujo tratamento é simples, com baixo custo de manutenção e não exige donwtime. Além disso, é o primeiro equipamento de radiofrequência aprovado pela FDA (Food and Drug Administration), que combina o controle preciso de temperatura com o monitoramento da temperatura em tempo real. É o tratamento mais impactante e com maior índice de satisfação dentre todos os aparelhos que já tive oportunidade de trabalhar. Nunca tive um feedback tão positivo. Melhora a qualidade de vida e auto estima das mulheres”, afirma a Dra. Patricia Mafra, dermatologista da clínica Volpe, em SP.

Diferenças entre a tecnologia ThermiVA e a aplicação de laser

Vale destacar algumas diferenças importantes entre o ThermiVA e a aplicação de laser.

Enquanto o ThermiVA usa aplicador anatômico descartável e trata toda a região íntima (pequenos e grandes lábios e vagina), o laser é aplicado com ponteira larga e cilíndrica – que precisa ser esterilizado ou coberto por material descartável – tratando apenas a parte interna da vagina.

Além disso, a radiofrequência por controle de temperatura com o ThermiVA não exige abstinência sexual para recuperação pós-aplicação, enquanto o laser provoca edema e crostas na região,
pedindo de 10 a 15 dias sem atividade sexual para recuperação da paciente.

A plataforma Thermi também conta com mais três ponteiras que podem ser usadas para tratamentos faciais e contornos corporais, reduzindo a flacidez em outras áreas do corpo.

A importância da orientação médica
Como em qualquer caso de tratamento por uma questão relacionada à saúde, como é o caso da incontinência urinária de esforço, o ideal é sempre procurar um médico para receber
a orientação adequada.

Só um ginecologista ou dermatologista de confiança poderá avaliar a situação e indicar o melhor procedimento de acordo com as necessidades da paciente, inclusive no que se refere ao desejo por um procedimento que proporcione rejuvenescimento íntimo.
Procure seu médico e, com o suporte dele, decida pelo melhor método e procure uma clínica especializada.

Sobre a MedSystems
A MedSystems é uma empresa referência no mercado há mais de 14 anos, que importa e comercializa equipamentos de alta tecnologia para atender aos médicos especializados em procedimentos clínicos e estéticos.
Além de oferecer somente equipamentos de ponta, a MedSystems possui equipe especializada para realizar treinamento, capacitação e assistência técnica para toda a linha de produtos.

Fonte: Dino