(51) 991.612.101

Um tratamento inovador das manchas na pele causadas pela poluição 

O EPS White, da Nutrifarm do Brasil, é um produto desenvolvido a partir de uma molécula de origem marinha que reduz as manchas à partir de duas semanas 

A exposição à poluição pode causar sérios danos à pele, como aparecimento de rugas, perda de tônus e o desenvolvimento de manchas escuras. Os gases poluentes podem provocar reações químicas no organismo que aumentam os Radicais Livres e reduzem as defesas antioxidantes.

As manchas escuras são mais comuns nas regiões da face, antebraços, mãos e parte superior do tronco. Elas podem variar de tamanho e conter um aumento no número de células de formação de melanina na pele (melanócitos), algumas podem até ser cancerosas.

O EPS White é um produto tópico que protege contra os efeitos que a inflamação causa no tecido, relacionada com o processo de pigmentação. O produto possui um mecanismo de ação que facilita a penetração cutânea e utiliza, na sua composição, uma inédita molécula marinha com características químicas importantes para bloquear os efeitos dos poluentes na pele.

“Não existe molécula semelhante estruturalmente ou que apresente esse mesmo mecanismo de ação. Ela impede que a célula responsável pelas manchas faça comunicação com substâncias que favoreçam esse processo de pigmentação”, explica a farmacêutica Tatiana Freitas, responsável Técnica da empresa.

Os estudos feitos na utilização do EPS White indicaram uma série de benefícios no tratamento das manchas escuras induzidas pela poluição com redução do número de manchas em duas semanas e a diminuição da superfície das manchas em menos de dois meses. Outro ponto que chama atenção no uso do EPS white é que ele também possui eficácia na prevenção e tratamento das manchas escuras causadas pelos raios UV.

“A inflamação é um processo bioquímico que ocorre em qualquer tecido que sofra um tipo de “agressão”, ou seja a luz UV é agressiva ao tecido cutâneo e o produto age nesse tecido, porém a inflamação pode ser em outros tecidos, mas para EPS White, a ação é cutânea”, acrescenta a farmacêutica.

Fonte: Dino