(51) 991.612.101

Dica para economizar no presente de Natal: lingerie

De acordo com fabricante de peças íntimas, modelos custam em média 60 reais

Chegou dezembro. Com ele, a data mais importante do ano se aproxima, o Natal. É uma época em que acontecem diversas trocas de presente, como na brincadeira do amigo oculto, por exemplo. Outro momento de celebração ocorre na ceia, em que amigos e familiares se reúnem para presentear uns aos outros.

Porém, em uma época de crise e com a taxa de desemprego alta, muitas pessoas precisam economizar e evitar os gastos elevados. Mas será que dá para compramos um presente com valor razoável? Para Júnior Zampol, diretor do Grupo Lutestil, fabricante da marca LUT, a lingerie é uma excelente opção e além disso, os valores cabem no bolso.

“Você que está disposto a gastar até 50 reais, saiba que a lingerie está dentro desse orçamento e é uma ótima escolha. Além disso, você irá surpreender a sua esposa, namorada e até a amiga que tirou no amigo secreto do trabalho. Certamente elas ficarão superfelizes em ganhar uma peça íntima”, revela.

O gestor de tecnologia, Rafael Fanhani, conta que comprou o modelo Strappy Bra para a sua noiva. “Normalmente, eu a levo para escolher o presente de Natal. Porém, em 2018 iremos nos casar e combinamos que neste Natal daríamos algo barato para não passar em branco. Foi então que, na hora do meu almoço, eu estava andando pelo shopping e reparei nos modelos de lingerie de uma vitrine. Olhei algumas peças e vi que o valor não era alto. Gostei das cores disponíveis e pedi ajuda para a vendedora, que me apresentou o modelo strappy bra e achei superbonito. Então fiz a compra e vou presentear a minha namorada.”

Os modelos Strappy Bra e lingerie jeans são duas opções que estão em alta, saia da caixinha e surpreenda a sua parceira com uma bela lingerie!

Sobre a Lutestil
Há 35 anos no mercado de moda íntima feminina, a Lutestil é uma importante marca que atende os maiores magazines do país e lojas de todo o Brasil, graças a sua elevada capacidade de produção mensal.

Fonte: Dino