(51) 991.612.101

Iraniana, Sahar Tabar versus Angelina Jolie, por Robson Trindade professor de visagismo

Os professores de visagismo Robson Trindade (consultor da imagem), Carlota (história da beleza), Claudio André (matemático computacional), Moliterno (psicólogo), Tânia Trindade (aparência e imagem) e Thais Milhomens (recursos de embelezamento) explicam porque mudanças chocantes acontecem e nem sempre as pessoas obtêm o resultado desejado, tomando como exemplo as 50 cirurgias que a iraniana se submeteu para ficar parecida com Angelina Jolie

Os professores de visagismo Robson Trindade (consultor da imagem), Ana Carlota (história da beleza), Claudio André (matemático computacional), Sérgio Moliterno (psicólogo), Tânia Trindade (aparência e imagem) e Thaís Trindade (recursos de embelezamento) explicam porque mudanças chocantes acontecem e nem sempre as pessoas obtêm o resultado desejado, tomando como exemplo as 50 cirurgias plásticas que a iraniana Sahar Tabar se submeteu para ficar parecida com a americana Angelina Jolie.

Os professores destacam que há basicamente 3 aspectos importantes que sempre devem ser considerados no trabalho de harmonização facial: 1. aparência, 2. Imagem, 3. estrutura.

Os professores de visagismo explicam que aparência é a verdadeira face de uma pessoa nua e crua. Ou seja, é o aspecto do rosto e corpo sem nenhuma intervenção e se mostra à primeira vista.

Já a imagem é a representação visual de uma pessoa. Ou seja, é o resultado da utilização dos recursos de embelezamento ou não, sempre apoiada na plataforma da aparência real, original, verdadeira, podendo ser construída, podendo transmutar a todo momento, por inúmeras vezes e sem comprometimento da identidade original.

No visagismo, a estrutura é a fundação do indivíduo e sua composição óssea.

No exemplo da iraniana Sahar Tabar, na busca incessante por uma imagem sem precedentes, não foram considerados os estudos e principais aspectos do visagismo (aparência, imagem e estrutura). Por exemplo, enquanto Sahar tem o rosto triângulo de base alta, a americana Angelina Jolie tem o rosto quadrado. Todo o trabalho deveria ter começado por este eixo.

Para os professores de visagismo, o alicerce para construirmos qualquer possibilidade de novas imagens, é a estrutura, base e ponto de partida de tudo.

O que aconteceu com a iraniana foi que a mudança proporcionada pelas cirurgias não considerou as proporções, distâncias, volumes, texturas, largura e dimensões.

Ainda que o desejo esteja totalmente apoiado na aparência de uma outra pessoa (no caso, a americana Angelina Jolie), cujas estruturas não tinham nada a ver com a iraniana Sahar, era possível construir novas estruturas, embora isso não tenha sido feito.

Talvez para a iraniana Sahar Tabar, ao não ser considerado os principais aspectos do visagismo, o resultado pode não ter sido o esperado.

Website: http://www.educacaovisagismoeprojetos.com.br

Fonte: Dino