(51) 991.612.101

Associação Brasileira de Estomaterapia indica cuidados que devem ser tomados com os pés antes, durante e depois do Carnaval

Devido ao calor do verão, os nossos pés ficam mais expostos e mais suscetíveis aos ressecamentos e às rachaduras, por exemplo.

Assim como o corpo, os nossos pés também precisam de cuidados especiais, que deverão ser realizados antes, durante e após a folia do Carnaval. Devido ao calor do verão, os nossos pés ficam mais expostos e mais suscetíveis aos ressecamentos e às rachaduras, por exemplo. “Com o suor excessivo, os pés também podem desenvolver odores ruins e micoses”, afirma a enfermeira estomaterapeuta Luciana Catunda, presidente da Associação Brasileira de Estomaterapia – Seção Ceará.

Para deixar os pés bem cuidados e bonitos, a especialista lista algumas dicas simples e importantes:

– Usar sapatos arejados, pois os mais fechados aumentam o calor e a umidade local, porém esses calçados deverão ser confortáveis sem salto e já usados, pois assim você evita o aparecimento de calos, calosidades e bolhas.

– Mas se for necessário o uso de sapatos fechados, a escolha é para os tênis de tecido com o uso de meias de algodão, pois as meias de algodão absorvem melhor a transpiração e protegem os pés dos fungos e bactérias causadoras do mau cheiro e de micoses. As meias deverão ser de cor clara, de preferência cor branca, sem costuras e que não apertem as pernas e os pés.

– Para quem transpira muito, é recomendado fazer uso de antissépticos e caprichar na higienização dos sapatos fechados e até mesmo dos abertos, variando os modelos dos calçados e deixando-os ao sol sempre que possível. Mas nada de ficar descalço! Sabemos que o andar descalço é uma boa maneira de exercitar os pés dando liberdade para a transpiração e ativando a circulação, porém, deve ficar atento nessa época de muito calor e no período de carnaval para evitar queimaduras e lesões.

– Outra dica muito importante é a realização do exame diário dos pés, pois qualquer sinal diferente ou dores deverá procurar um profissional especializado.

– Para prevenir bolhas, existem protetores de silicone que devem ser aplicados nos locais onde se tem maior risco, como calcanhar, joanete, dedo grande e o dedo pequeno, entre outros. Para o aparecimento de bolhas, recomenda-se não as estourar, mantendo os pés limpos, secos e em repouso. Se a bolha estiver demasiadamente grande e as dores incomodarem muito, pode retirar o líquido furando com uma agulha bem limpa. Caso a bolha estoure, não remova a pele, pois ela servirá de proteção natural para a região machucada, coloque por cima um curativo siliconado, pois esses oferecem boa proteção.

– Em relação à lavagem, a recomendação é lavar todo o pé com sabão, especialmente entre os dedos. E não se esqueça de secar com uma toalha, dando atenção para a região entre dedos.

– Cortar adequadamente as unhas, sempre retas e não muito curtas; não cortar os cantos e nem retirar as cutículas para não encravar. Lixe-a só nas pontinhas, para manter as unhas sem regiões ásperas. O cuidar de encravamentos causados por calçados e por cortes incorretos, deverá ser realizado por algum profissional especializado.

– Não é recomendado lixar os pés. Massageie suavemente com creme esfoliante para retirar as células mortas da superfície da pele e abrir os poros para receber o hidratante, em seguida.

– Hidratantes comuns nem sempre são suficientes para realizar a hidratação dos pés. É importante atentar para as opções com substâncias de poder umectante maior, como o uso a base de ureia. Além de que, com o uso de hidratante, você pode fazer alguns movimentos circulares para aliviar as articulações de qualquer tensão acumulada nos dias de folia.

– Outra dica importante é não se esquecer de usar protetor solar também nos pés, evitando desenvolver bolhas, dor, descamação plantar, podendo chegar a queimaduras no dorso no pé.

– Se você teve um dia de intensa folia durante esse carnaval e seus pés estão cansados e doloridos, coloquem-nos num recipiente com creme à base de ureia e óleos minerais diluídos em água morna durante uns 20 minutos, pois você sentirá o efeito relaxante e agradável.

– Para diminuir o edema (inchaço) nas pernas e pés, eleve-os levemente acima do nível da cabeça, pois melhora a circulação e garante uma sensação de relaxamento.

– Não se esqueça de também beber bastante líquido neste período, isso é fundamental para manter seu corpo e seus pés bem hidratados.

– Alguns problemas mais graves precisam de investigação. Se você perceber fungos nas unhas, frieiras, micoses interdigitais, calosidades, suor excessivo ou espessamento excessivo da planta dos pés e lesões graves é indicado procurar um profissional especializado.

Sobre a SOBEST
A Sobest é uma associação multidisciplinar, de caráter científico e cultural, alicerçada nos preceitos estabelecidos e aceitos mundialmente para a enfermagem em Estomaterapia, fundamentada nas bases éticas e filosóficas da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN), em nível nacional, e do World Council of Enterestomal Therapists (WCET) – an association of nurses (WCET), em nível internacional.

Website: http://www.sobest.org.br

Fonte: Dino