(51) 991.612.101

Os perigos da gordura abdominal: endocrinologista explica e dá dicas sobre como evitar a barriguinha

Endocrinologista do Rio de Janeiro fala sobre problema da gordura abdominal e riscos para a saúde

Quem nunca se incomodou com a barriguinha que atire a primeira pedra. O problema é preocupação de homens e mulheres em variadas faixas etárias. O problema é sério para sua saúde.

“O excesso de gordura abdominal não é apenas uma questão estética, ele pode criar um ambiente metabolicamente inflamado, com aumento de risco cardiovascular, quando a circunferência abdominal é maior que 102 cm em homens e maior que 88 cm em mulheres”, explica a médica endocrinologista e clínica geral Dra. Juliana Garcia Dias, do Rio de Janeiro.

A notícia boa é que é possível mudar esse quadro e alcançar a barriga dos sonhos, desde que tenha muita dedicação. “Primeiro, é importante termos a sensatez que cada um tem uma tendência genética para a composição corporal. E as mulheres, do ponto de vista hormonal, têm mais facilidade ao acúmulo de gordura abdominal do que os homens. Já na ala feminina, existe as que têm mais predisposição ao acúmulo na barriga e as com maior tendência no quadril”, analisa Dra. Juliana.

Para perdermos medidas na cintura, precisamos de alguns cuidados, principalmente com a dieta (80% depende da dieta), com a atividade física e o equilíbrio hormonal, associado a muita disciplina.

Confira as dicas da endocrinologista :

Evite alimentos ricos em carboidrato simples, açúcar, fritura, produtos industrializados;
Aumente a ingestão de alimentos ricos em fibra;
Mantenha um bom consumo de água;
Evite o consumo de bebida alcóolica;
Evite bebidas gaseificadas;
Faça exercício físico, aeróbico e de resistência muscular, valorize a frequência e a intensidade;
Melhore sua postura, fortaleça a musculatura abdominal e lombar;
Durma bem. Durante o sono liberamos hormônios que ajudam na perda de peso;
Procure formas de combater o estresse, sem ser pela comida. O estado de alerta e de estresse libera hormônios que dificultam uma boa resposta metabólica para perda de peso;
Equilibre seus hormônios. Um check up do ponto de vista endocrinológico, a partir da consulta médica e exames laboratoriais pode ajudar.
“Pense num projeto duradouro para sua vida, ajuste sua saúde. O endocrinologista pode ajudá-la”, reforça Dra. Juliana.

Dra. Juliana Garcia, Endocrinologista e Clínica Geral.
Membro titular da Sociedade Brasileira em Endocrinologia e Metabologia.
Instagram @drajulianagarciad.

Fonte: Dino