(51) 991.612.101

Empreendedora fala sobre os desafios de abrir um negócio com tecnologia de última geração em cidade do interior

No início, nossa determinação em trazer procedimentos e práticas de primeira linha e buscar o que havia de mais moderno no mercado de estética, fez com que os tratamentos parecessem muito caros para a percepção local. Felizmente, os resultados foram nosso melhor “panfleto”, e isso acabou se tornando nosso diferencial no mercado

Montar uma empresa que ofereça serviços com as melhores tecnologias em uma cidade pequena tem muitas vantagens, como concorrência menor, aluguel do ponto comercial mais baixo, entre outros. A expansão em municípios do interior é algo desejado por empresas de diversos segmentos. Tanto por aquelas que já estão consolidadas em grande parte das capitais e metrópoles, quanto por empresas menores que buscam conquistar espaço sem competir com marcas maiores em grandes centros.

Muitas dessas empresas apostam no sistema de franchising para expandir para longe das regiões metropolitanas. É o que comprova a Pesquisa de Desempenho do Setor em 2016, publicada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). O estudo indica que as empresas investem, desde 2015, em expansão das marcas para o interior do país. Somente em 2016, o mercado de franquias chegou em 42% dos municípios brasileiros, o que equivale a um contingente de 2.321 localidades, em um total de 5.570.

A fisioterapeuta dermato-funcional Suhellem Panciere tem uma clínica de estética com aparelhos de última geração em São Matheus, município do Espírito Santo, com população estimada, de acordo com o último IBGE, de menos de 130 mil habitantes. Ela relata os desafios que teve que enfrentar.

“Empreender numa cidade pequena não é fácil. A dificuldade de se encontrar fornecedores locais, a percepção de valor não é a mesma das grandes capitais. A concorrência por vezes é desleal, os desafios são diários. O aumento do acesso à informação contribuiu para o nosso setor, pois à medida que novas tecnologias são lançadas as pessoas já começam a pesquisar sobre o assunto e onde tem tal procedimento ou aparelho, muitas vezes recomendados por artistas e influenciadores. Estar antenado a esses dados e acompanhar a inovação tão logo seja possível, tem sido fundamental para manter o nível de excelência e a satisfação do cliente”, disse a profissional, dona da clínica Estética Suhellem Panciere.

Suhellem diz que se no início do novo negócio o serviço parecia caro para cultura local, a satisfação dos clientes com os resultados fez a clínica se distinguir dos concorrentes.

“No início, nossa determinação em trazer procedimentos e práticas de primeira linha e buscar o que havia de mais moderno no mercado de estética, fez com que os tratamentos parecessem muito caros para a percepção local. Felizmente, os resultados foram nosso melhor “panfleto”, e isso acabou se tornando nosso diferencial no mercado”, afirmou Panciere, que diz que os estudos e a determinação fizeram que ela tivesse vontade de empreender:

“Desde muito cedo tive que aprender a ser independente. Morando sozinha no Rio de Janeiro, busquei no estudo a preparação para enfrentar tudo de frente e fazer sempre o melhor em cada tarefa que me propusesse fazer. Os sonhos eram bem modestos no início, mas a dedicação e a seriedade que sempre coloquei a frente do negócio foi produzindo frutos ao longo da caminhada. Os pés continuam firmes no chão e tenho certeza de que há muito ainda para aprender e desenvolver nessa área tão fascinante. Algo que sempre carrego como um escudo é uma gratidão imensa por tudo que vem acontecendo, e, um passo de cada vez, colhemos cada semente plantada”.

www.suhellempanciere.com.br

Website: http://www.suhellempanciere.com.br/

Fonte: Dino