(51) 991.612.101

Falta de cuidados com a lente de contato pode ocasionar perda da visão

O uso da lente requer algumas recomendações importantes, já que com o contato direto com os olhos, as chances de ocorrência de doenças oculares aumentam.

Muitas pessoas no Brasil apresentam algum tipo de deficiência, sendo a visual a de maior incidência. Para aqueles que têm dificuldade de enxergar, o uso de lentes corretivas é uma alternativa, seja nos óculos ou, quando se busca algo mais discreto, nas lentes de contato. Embora as armações tenham se tornado mais populares e conquistado adeptos, as lentes ainda são muito utilizadas, pois garantem conforto ao enxergar, devido ao grau recomendado pelo oftalmologista, sem alterar a aparência. Sobretudo, o uso requer algumas recomendações importantes, já que com o contato direto com os olhos, as chances de ocorrência de doenças oculares aumentam, podendo chegar à perda da visão.

Outro motivo para seguir as orientações de uso das lentes de contato é a garantia de maior durabilidade. Como qualquer outro produto, elas possuem um prazo de validade, que deve ser respeitado, uma vez que foi estabelecido justamente de acordo com o tempo em que elas conseguem manter as propriedades necessárias para tornar a visão mais nítida, sem prejudicar a saúde ocular. O parâmetro utilizado é a perda da curvatura e a permeabilidade, que quando comprometidas, devido ao desgaste do uso, traz sérios danos, como a probabilidade da entrada de microrganismos por meio dos olhos, ocasionando sérias doenças.

A ceratite microbiana é uma inflamação na córnea que pode ser ocasionada por traumas e cirurgias, mas o uso inadequado de lentes de contato é a causa mais recorrente, já que as pequenas escoriações provocadas por elas podem ser a porta de entrada do protozoário parasita Acanthamoeba keratiti, responsável pela perda da visão das pessoas que não realizam o tratamento adequado. Sintomas como vermelhidão, dor, coceira e sensação de cisco devem servir de alerta para procurar urgentemente um oftalmologista. Além da ceratite, o descuido ao colocar, tirar ou mesmo guardar as lentes pode ocasionar graves alergias e infecções. Lavar as mãos antes de realizar qualquer um desses procedimentos é a regra mais simples e importante, visto que as mãos estão o dia todo em contato com uma infinidade de objetos contaminados.

A World Vision , especializada em fabricação de lentes de contato , explica que a perda da visão está diretamente ligada a falta de oxigenação do olho, que é propensa aos usuários de lente, por isso, todo cuidado é pouco durante a manipulação. A empresa alerta ainda que a substituição periódica, respeitando a validade, é primordial, já que elas podem acumular sujeira e ser um meio de contaminação. “Antes de trocar as lentes de contato é recomendado que seja feita uma consulta com um oftalmologista, para que ele possa avaliar a saúde ocular e fazer as recomendações necessárias”, reforça.

Evitar coçar os olhos, higienizar os cílios e não deixá-la em contato com produtos químicos como maquiagem, são algumas das dicas importantes que contribuem para que os efeitos negativos do uso das lentes de contato sejam minimizados e a perda da visão, a maior das preocupações, não ocorra. Lembrando que o armazenamento deve ser feito em local próprio, com a solução adequada de conservação e que o uso em piscinas ou praias, bem como ao dormir não é recomendado.

Website: http://www.worldvision.com.br/

Fonte: Dino