(51) 991.612.101

Crescimento no setor de beleza cria demanda por profissionalização

Empresários da beleza buscam profissionais qualificados

Impulsionado pela recuperação econômica, o mercado brasileiro de beleza projeta um crescimento de 7,5% no faturamento em 2018, aproximadamente R$ 118 bilhões. O Brasil já é o terceiro maior mercado consumidor dos produtos de beleza em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e do Japão, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal – ABIHPEC

Com o mercado da beleza cada vez mais aquecido no Brasil, a valorização da saúde e da aparência contribuiu para o surgimento de novos nichos de negócios preocupados em potencializar as experiências de compra. E juntamente com estas novas oportunidades, aumentou a demanda por profissionais qualificados no segmento.

Segundo o Sebrae, cerca de 342 mil salões de beleza são formalmente registrados no Brasil e destes 286 mil são microempreendedores (MEI). Essa ascensão dos salões de beleza é consequência do aumento do seu público-alvo. Segundo o IBGE, o Brasil está deixando de ser um país jovem. Além disso, somos um país com mais mulheres e estas estão se tornando cada vez mais independentes, alavancando o crescimento deste setor na próxima década.

Diante deste cenário, é fundamental que o empresário do segmento de beleza invista na conquista de novos clientes e se entenda como parte integrante desse momento. Desenvolver seus diferenciais, como tornar seus espaços físicos mais atrativos, priorizar a qualidade no atendimento e na capacitação profissional, são ações fundamentais para se destacar.

Atento a esse crescimento exponencial, Everton Sabú, que é proprietário da rede de franquias JUMPER!, criou novos cursos para suas escolas, e implantou salas de beleza dentro das unidades.

 “O mercado da beleza cresceu muito rápido. A cada dia, novas técnicas e produtos surgem. Aliado a isto, o consumidor está mais exigente, conhece mais sobre o que o mercado oferece e isso acaba requerendo que os profissionais estejam sempre atualizados. Por conta disso, eu vi que nossas escolas precisavam atender esta demanda, e formar profissionais para o mercado. Nosso projeto piloto deu muito certo, e hoje comercializamos unidades que já tem o salão de beleza completo dentro da escola para oferecermos cursos como o de maquiagem profissional, cabeleireiro e design de sobrancelha”, explica Sabú.

De acordo com Everton, o segmento ainda tem oportunidades e mercados a serem explorados, mas a concorrência é grande. “Há muita gente atuando no setor e a cada dia surgem novidades. Quem não se esforçar ficará para trás. É preciso estudar e, como o setor sempre tem novidades, estar atualizado quanto a tudo que surge. Por isso que estamos tão empenhados em oferecer cursos profissionalizantes e de qualidade, queremos nos tornar referência também no ensino na área da beleza”, afirma.

Os cursos comercializados pela rede de escolas atendem tanto profissionais que querem se aperfeiçoar, como pessoas que querem aprender uma nova profissão. 

Sobre  a JUMPER!

Localizada estrategicamente no coração da cidade de Curitiba/PR a central franqueadora da JUMPER! implantou, juntamente à sede administrativa, uma escola piloto que serve de ambiente para treinamento de franqueados e colaboradores, proporcionando assim um aprimoramento constante de toda expertise técnica e prática necessária para o sucesso de suas franquias.

Com 15 anos de história, a Jumper, conta hoje com mais de 150 franquias em todo território nacional, ultrapassando a base de meio milhão de alunos formados, nas mais diversas áreas, entre elas:  informática, idiomas, saúde, negócios, industriais e a mais recente, beleza.  

Até o final de 2018, a previsão de faturamento é de R$ 3 milhões e abertura de mais de 48 franquias. 

Website: https://franquia.jumpercursos.com.br/

Fonte: Dino